Brasileiros resgataram 49,2 bilhões de pontos/milhas dos cartões de fidelidade

A Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf) divulga os indicadores do setor de fidelidade referentes ao primeiro trimestre de 2017 (1T17). O número de cadastros nos programas de seis* das empresas associadas à entidade (Dotz, Grupo LTM, Multiplus, Netpoints, Smiles e TudoAzul) cresceu 23% em um ano, passando de 78,9 milhões no primeiro trimestre de 2016 (1T16) para 97 milhões no mesmo período deste ano. Só de janeiro a março, foram sete milhões de novas inscrições. 
 
Outros indicadores, como a quantidade de pontos/milhas emitidos, também cresceram. No 1T17, foram emitidos 57,3 bilhões de pontos/milhas, valor que supera em 28% o do primeiro trimestre do ano anterior. As principais fontes para o acúmulo de pontos/milhas continuam sendo o varejo e os cartões de crédito, com 87% do total. Os outros 13% são referentes a viagens.
 
Os pontos/milhas resgatados chegaram a 49,2 bilhões, o que representa aumento de 27% nos últimos 12 meses. Para o resgate, as passagens aéreas ainda são as mais procuradas, com 77% do total de pontos/milhas trocados. Produtos e serviços ficam com 23%.
 
O presidente da ABEMF, Roberto Medeiros, aponta algumas estratégias nas quais as empresas do setor têm apostado e que estão dando resultados positivos. “Mesmo com um cenário econômico desafiador, como o que estamos vivendo, as companhias estão intensificando suas ações de comunicação, além de apostar em promoções e ampliar parcerias que levem mais benefícios aos participantes dos programas de fidelização. O objetivo é tornar esses programas cada vez mais atrativos e aumentar a base e engajamento dos participantes”, explica. Com isso, o faturamento das associadas também avançou. Do 1T16 ao 1T17, houve incremento de 5%, alcançando R$ 1,47 bilhão.
 
A taxa de breakage, que mede a quantidade de pontos/milhas expirados, continua na casa dos 17%, em linha com mercados mais maduros.
 
Destinos mais resgatados - No ranking dos destinos nacionais mais procurados para o resgate de passagens em programas de fidelização, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília continuam ocupando as três primeiras posições. A novidade no 1T17 fica com a quarta colocação, na qual está Porto Alegre, que ultrapassou as cidades de Fortaleza, Salvador e Belo Horizonte. Nas viagens internacionais, Miami segue na liderança, seguida por São Francisco e Nova York.
Lista completa de destinos:
 
Nacionais
1. São Paulo
2. Rio de Janeiro
3. Brasília
4. Porto Alegre
5. Fortaleza
6. Salvador
7. Recife
8. Curitiba
9. Belo Horizonte
10. Florianópolis
 
Internacionais
1. Miami
2. São Francisco
3. Nova York
4. Orlando
5. Buenos Aires
6. Paris
7. Lisboa
8. Montevidéu
9. Londres
10. Madri
 
Chegada da Visa - A Visa é a mais nova associada à Abemf, que a partir de agora passar a contar com oito companhias em sua composição, para liderar o desenvolvimento do mercado de fidelidade no país. A empresa desenvolveu uma série de soluções de fidelidade para ajudar os comércios a converter suas vendas com consumidores finais, além de contar com o “Vai de Visa”, plataforma de ofertas e benefícios para portadores de cartões de sua marca. 
 
“Os meios de pagamento eletrônicos têm forte atuação no setor de fidelidade no Brasil. Por isso, a associação de uma marca como a Visa certamente contribuirá muito para os debates dentro da entidade”, afirma Medeiros.
 
*A MasterCard e a Visa são as novas associadas da AbemfF, mas os seus números ainda não foram contemplados nos indicadores da associação. 
 
Publicado em 28/junho/2017